Pontos de vista negativos


Nesse domingo uma triste tragédia ocorreu antes da partida de futebol pelas eliminatórias africanas da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul entre Costa do Marfim x Malawi. Com o grande número de torcedores dentro do estádio (excedendo o limite) e mais outros milhares fora dele tentando entrar, ocorreu o desabamento de um muro, o que causou a morte de 22 pessoas e mais de 134 ficaram feridas.


-----------------------------------------------------------------------------------------------------


O que eu quero comentar não é sobre o acidente e as falhas de segurança no estádio em Abidjan, na Costa do Marfim, pois isso diz respeito à FIFA e as comissões organizadoras do evento. O que devemos refletir, como cidadãos, é a respeito da repercusão do caso ao redor do mundo. Fico imaginando o mesmo incidente num estádio de expressão da Europa. Sim, seria diferente.

Não é simplesmente por ter sido notícia em apenas um jornal da Europa, e mesmo assim em apenas meia página, mas é por darem o mínimo de importância num acidente de tal gravidade justamente no continente que sediará um dos maiores eventos esportivos do mundo e estando a pouco mais de 1 ano para ele. A visão de que a África é um continente à parte do mundo é realçada com um acontecimento desse. Parece ganhar destaque só quando se fala em pobreza, fome, AIDS. Essa afirmação pode levantar inquietamentos e posições que a defendam como o berço dos animais selvagens, belos safaris e riquíssima atividade cultural. Quanto a isso não há dúvidas. Porém o tom de denúncia, de apelo, de solidariedade pela causa não foi vista com o ocorrido em Abidjan.

Se há ainda alguma dúvida que houve descaso com o acontecido, tente imaginar o mesmo incidente no estádio San Siro, em Milão ou até mesmo no Santiago Bernabeu, em Madrid. Com certeza seria capa dos principais jornais do mundo e todos descrevendo o fato com um tom de indignação por se tratarem de vidas que foram perdidas. Não é uma questão de esporte, interesses jornalísticos. É questão de entendermos que há diferenças clássicas entre os dois continentes citados que precisam ser derrubadas.


"Eu tenho um sonho de que um dia meus quatro filhos vivam em uma
nação onde não sejam julgados pela cor de sua pele, mas pelo seu caráter."

Martin Luther King

5 comentários:

Maycon Souza disse...

É isso é esquisito, não podemos mais nos balizar naquela velha justificativa:
"São questões históricas"

Ué!Se realmente são ja passou da hora de serem desmanchadas.

Cidadão Utópico disse...

com certezaa!!

Ricardo Aiolfi disse...

ótimo texto
muito bem observado

a mídia em geral se volta para a europa e os estados unidos.

a áfrica dificilmente aparece nas matérias, a menos nesses casos que você mesmo citou =]

parabéns pelo texto xD

e desculpa a demora de vir aki =]
te adicionei =]

Anônimo disse...

é isso ai temos que da um jeito nesse rassistas

Anônimo disse...

É triste.

Postar um comentário